Cronograma Capilar – O que vai em cada etapa

Cronograma Capilar – O que vai em cada etapa

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Cronograma Capilar - O que vai em cada etapa

Dessa vez vamos falar o que compõe cada etapa do cronograma capilar. Se você não sabe o que é, recomendo dar uma olhada no primeiro vídeo da série.

Avisando para você dar um joinha ali embaixo do vídeo e se gostar dá um “inscrever-se”, dá uma ajudinha ai para a amiguinha aqui.

Bom, como falado, o cronograma é composto por três etapas: Hidratação, Nutrição e Reconstrução. Cada uma tem a sua finalidade, suas necessidades e seus efeitos.

Cada etapa tem um princípio de ingredientes que tem o efeito desejado para a etapa.

Para identificar em que etapa seu creme entra, vale dar uma olhada na listinha de componentes, lá vai estar listado os ingredientes e o que foi usado no creme. Dê preferencia para os cremes que listam os ativos desejados no início da lista. Geralmente quanto mais daquele ingrediente, mais cedo aparece ele.

Para começar, vou falar da Hidratação.

A hidratação é a etapa de reposição de agua no fio. Um cabelo bem hidratado tem os efeitos das outras etapas potencializados, por que cada etapa depende da outra. Ela deixa os cabelos macios, maleáveis, leves e dá brilho.

Alguns componentes comuns na hidratação são a Babosa, D-Pantenol (famoso bepantol), Glicerina, Extratos Botânicos, entre outros. Se quiser fazer em casa, você pode batizar um creme comum seu com Mel, Açúcar, Maizena, entre outras coisas. Ah, eu fiz uma receita de hidratação já, ele vai aparecer aqui na tela!


Ministério do Sakury’s adverte: não faça hidratação em cabelos que estejam elásticos e/ou quebrando! Você vai dar maleabilidade para algo que já tá fraco! Pode ser desastroso fazer isso.

Enfim.

Agora a Nutrição. A nutrição é a reposição lipídica nos fios, fecha as cutículas do cabelo, diminui a porosidade, diminuí os nós, entre outras coisas. Sabe aquele cabelo tipo palha ou que dá nó muito fácil? As vezes é falta de uma boa nutrição.

Os componentes que entram na nutrição geralmente são os óleos, os mais comuns são o Óleo de Coco, o Azeite de Oliva Extra Virgem, Óleo de Rícino e o Tutano. Existem outros, mas vou ficar só nos mais usados. Ah! Lembrando que eles devem ser extra virgens!

Você pode ver em alguns lugares duas nomenclaturas: Nutrição e Umectação. São etapas que usam os óleos de forma diferente. Na umectação entra o óleo puro, você vai lá e taca o óleo no cabelo. E a nutrição é um creme, pode ser que o creme já tenha esse óleo, ou pode ser batizado com um óleo. Aí é ver o que a pessoa mais se adapta, mas ambos entra nessa etapa.

E por fim a recontrução. Ela é uma etapa muito importante para quem faz químicas no cabelo. É ela que repõe a massa para o cabelo e deixa ele mais firme, mas o uso em excesso e sem necessidade deixa o cabelo duro e quebradiço, então atenção.

Se o seu cabelo estiver quebrando e elástico, vai ser a reconstrução que vai salvar. Pois um cabelo que está nesse estado é um cabelo que está sem massa.

Nessa etapa entra componentes como Queratina, Colágeno, Aminoácidos e outros.

Essa é a etapa que você mais gasta, pois não há muitos batizantes para isso. Em outro vídeo eu vou indicar produtos para esse fim. Mas o batizante mais comum é o Glicopan.

Enfim, cada etapa leva um componente diferenciado, e cada etapa serve para um fim, mas todas elas se completam. No próximo vídeo eu vou falar sobre produtos e sobre batismo de creme para fazer um cronograma personalizado e barato.

Espero que tenham gostado, não se esqueçam do joinha e de se increver, que esse assunto ainda rende bastante!

Tchauzinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *